O equipamento que uso nas gravações

O bichinho pelas gravações começou há cerca de 10/15 anos atrás. Na altura tinha uma daquelas aparelhagens com dois decks de cassetes, um tocava e o outro tocava e gravava. Descobri que após soldar três fios na cabeça do deck que fazia apenas leitura podia usar esse deck como entrada de microfone. Basicamente ligava aos três fios soldados um microfone, carregava no play (sem lá ter uma cassete) e gravava com o outro deck. A solução -apesar do ruído de fundo- funcionava. Após isso usei os três fios para ligar dois microfones, tendo assim duas entradas mono.

Como fazia as gravações? Isso era o mais complicado, pois usava dois a três instrumentos diferentes e tinha que misturar tudo isso apenas com um deck que gravava. A solução? Comprar um leitor de cassetes dos baratos. Primeiro gravava a faixa principal, após isso tirava a cassete do deck que gravava, punha no outro leitor, e, usava um dos microfones no leitor, e o outro no próximo instrumento a ser gravado. Repetia o processo até um máximo de 3/4 instrumentos, após isso a faixa principal deixava de se ouvir. A solução para além de trabalhosa não era a melhor. Deixei-me disso.

Há algum tempo atrás voltei a ter novamente interesse pela coisa, felizmente com as novas tecnologias, principalmente o computador, permite que com alguns recursos se tenha acesso a um estúdio de som, se bem que modesto. Comecei com algumas experiências e aos poucos fui aprendendo e comecei a empregar esse conhecimento neste projecto. Há coisas que admito que não domino, principalmente efeitos, reverbação, etc. Mas felizmente já consigo fazer gravações multi-pista sem perca de qualidade, nem com o ruído de fundo das experiências anteriores.

O equipamento que uso?

O computador – Macbook

O programa para fazer as misturas.

Primeiro usava o GarageBand que vem de origem com o Macbook, mas tem umas ferramentas que admito possam ser úteis me fazem alguma confusão, como o caso do flex time.

Agora uso o LogicExpress, apesar de ser mais completo parece-me mais simples de trabalhar.

Nota: Cada separador colorido é um instrumento.

Para recolha de som uso um microfone dos chineses, é verdade… Admito que tenho que investir num microfone de qualidade mas são caros.

Placa de som: Behringer UCA202 U-Control – Custa cerca de 30 €, mas sempre é melhor que a placa do computador.

Mesa de som: Behringer XENYX 802 – Tem entrada para dois microfones, e julgo eu que chega perfeitamente para mim, comprei-a em segunda-mão.

Para investir?

Para começar, num microfone melhor, e nuns monitores, apenas uso as colunas do computador e uns headphones. Depois uma placa de som melhor, possivelmente esta: Presonus Audiobox.

About these ads

About Francisco Faísca

À procura de emprego

Posted on Janeiro 18, 2011, in Gerência, Recriações. Bookmark the permalink. 2 Comentários.

  1. É bom saber que existem pessoas como eu :D mas eu ainda sou novato, ando nisto de gravações só acerca de 2 anitos.
    Eu uso uma placa da behringer ucg102 e o mixcraft :P
    Tenho alguma dificuldade em achar e utilizar plugins :s gostava imenso de arranjar um som de flauta transversal e não consigo que me emprestem alguma :/
    Sabe de alguma solução fácil?

    Cumprimentos e obrigado pela motivação ;)

Deixar uma resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 233 outros seguidores

%d bloggers like this: